SOBRE

GENECOC é a marca que representa um processo de inovação e o Programa de Melhoramento Genético de Caprinos e Ovinos de Corte, da Embrapa Caprinos e Ovinos. O processo de atuação do GENECOC é inovador, por apresentar um conjunto de características únicas: coleta, controle e gerenciamento da informação via internet; utilização de softwares livres; avaliações genéticas e estimativas de valores genéticos expressos como DEP; disponibilização destas DEP's online, no próprio sistema; utilização destes valores genéticos para construção de índices de seleção; ferramentas para controle de endogamia e indicação de acasalamentos que maximizam o ganho genético e controlam a endogamia do rebanho; forum de discussão, integração e treinamento de técnicos, estudantes e criadores; banco de consultores e profissionais treinados; pesquisa de objetivos e critérios de seleção; além de fornecer um ambiente para gerenciamento online de programas de melhoramento de caprinos e ovinos. Neste último contexto, o processo GENECOC dá suporte a outros programas, como o Programa de Melhoramento Genético de Caprinos Leiteiros (Capragene®) também da Embrapa Caprinos e Ovinos, o Data Recording and Management System (DREMS), coordenado pelo International Center for Agricultural Research in the Dry Areas (ICARDA), para controlar rebanhos na África e Ásia, e o Meat Goat Genetic Evaluation System (MGGES), coordenado pela Tennessee State University e Alabama Cooperative Extension System da Alabama A&M and Auburn Universities, nos EUA.

Como todo programa de melhoramento, que consiste em uma ação coletiva e busca atender a uma população animal, o GENECOC dá suporte a grupos de criadores e/ou associações. Dessa forma, para participar do programa é importante que os criadores se organizem em grupos, para que se possa organizar e iniciar este processo de inovação. Assim, ressalta-se que o GENECOC somente atende a grupos de criadores organizados em um objetivo comum.

O processo pode ser assim descrito: 1) Assessoria/treinamento inicial; 2) Ferramenta para gerenciamento online do programa de melhoramento; 3) Escrituração zootécnica online; 4) Avaliações genéticas; 5) Relatórios gerenciais e de assessoria; 6) Disponibilização online de DEP's; 7) Definição de objetivos e critérios de seleção; 8) Uso de ferramentas para classificação animal, seleção de acasalamentos e controle de endogamia; 9) Formação de rede de profissionais para suporte e assessoria; 10) Marketing e divulgação.

O processo utiliza-se de ferramentas de tecnologia da informação, tanto para gerenciamento do programa como para a realização da escrituração zootécnica, que é feita pelo Sistema de Gerenciamento de Rebanhos (SGR). Este consiste em um software em rede, via internet, escrito em linguagens PHP/HTML/Javascript e acesso a um banco de dados PostgreSQL (http://www.postgresql.org/ ). Este sistema permite aos criadores, o acesso aos dados de seu rebanho em qualquer computador com acesso à internet, por meio de login e senha.

Para os rebanhos com estimativas de DEP, este software possui ferramentas de seleção de animais por mérito genético total, com a construção de um índice genético de seleção, e para a seleção dos acasalamentos que maximizam o ganho genético do rebanho, com controle da endogamia. Estas ferramentas são seus maiores diferenciais, sendo inovadoras, e permitindo ao criador realizar a seleção de seus animais de acordo com os indicativos econômicos de sua região. O sistema também apresenta outras ferramentas, como a estimativa da endogamia média do rebanho e a listagem dos animais endogâmicos.

Como o GENECOC atende a grupo de criadores, produtores individuais que não participem de programas de melhoramento, mas que desejem gerenciar as informações e melhor manejar seus rebanhos podem utilizar o SGR desde que aceitem os termos de uso do sistema. Deve se destacar que estes criadores não podem afirmar que participam do GENECOC. O fato de usar o SGR não garante participação nos demais benefícios do programa de melhoramento.

Gestão & Seleção

Realize a gestão zootécnica e aumente a eficiência de seleção de seu rebanho.

Ganho Genético & Endogamia

Maximize o ganho genético de seu rebanho, com controle da consanguinidade. Ideal para pequenos rebanhos.

Integração

Promove a integração entre produtores e melhora os níveis de relacionamento e eficiência na cadeia produtiva.

Conectividade

Acesse, registre e gerencie as informações de seu rebanho a partir de qualquer computador ou dispositivo com conexão à Internet.




Objetivos

Melhoramento Genético

Contribuir para o desenvolvimento e gerenciamento de programas de melhoramento de caprinos e ovinos de corte.

Escrituração Zootécnica

Estimular, assessorar e dar suporte aos produtores na escrituração zootécnica de seus rebanhos.

Diversidade Genética

Otimizar a utilização dos recursos genéticos disponíveis aos criadores, respeitando os aspectos ambientais e as exigências destes recursos.

Avaliação Genética

Proceder avaliações genéticas de reprodutores, matrizes e animais jovens, de caprinos e ovinos, de raças puras e mestiços, para características produtivas e reprodutivas.

DEP's

Fornecer informações destas avaliações na forma de Diferenças Esperadas na Progênie (DEP's).

Seleção

Disponibilizar informações para a escolha de animais com adequado desenvolvimento muscular, bom ganho de peso, boa capacidade de acabamento e adequado tamanho adulto, reduzindo os custos de manutenção, além de eficiente capacidade reprodutiva, prolificidade e precocidade sexual.

Democratização

Promover a integração entre rebanhos de distintas regiões do país, democratizando o uso de recursos genéticos superiores e promovendo o desenvolvimento da atividade.

Recursos Humanos

Auxiliar na formação de recursos humanos com habilidades específicas sobre o melhoramento animal e os sistemas de produção de caprinos e ovinos de corte.



Como Funciona

Uma vez estabelecido o acordo entre o GENECOC e o grupo de criadores participante, cada produtor receberá um login e uma senha para seu acesso ao Sistema de Gerenciamento de Rebanhos - SGR. O passo seguinte será o cadastro de todos seus animais no sistema, sendo imprescindível a identificação única e exclusiva de cada animal. Após um animal receber um código, que poderá ter letras e/ou números, este jamais poderá ser reutilizado (o sistema bloqueia o cadastro). Para animais com registro de genealogia de Associação de Raça, aconselha-se o uso deste código como registro no sistema.

A coleta de dados está relacionada aos diferentes períodos da exploração, como estação de monta, nascimento, desmama, pós-desmama, acabamento, etc. O criador tem a sua disposição, em tempo real, relatórios que apresentam informações sobre relação de fêmeas não prenhes; número de serviços por concepção; fertilidade ao parto; prolificidade; previsão de nascimentos; intervalo de partos; idade à primeira cria; índices de produtividade e eficiência produtiva de fêmeas; taxa de desmama e quilogramas de crias desmamadas em relação ao número de fémeas expostas; taxas de sobrevivência relativas a cada uma das fases da exploração, isto é, produção, recria e acabamento; período de gestação; pesos e ganhos de peso.

Cada grupo de criador associado ao GENECOC poderá definir seu sistema de coleta de informações nas propriedades, tais como: 1) cada criador é responsável pela coleta dos dados na propriedade e digitação no SGR; 2) as coletas de dados são realizadas por técnicos credenciados que visitam as propriedades e encaminham as fichas para um escritório controlado pelo grupo (associação, por exemplo) e então os dados são registrados no SGR de forma centralizada. De qualquer forma, toda orientação para isso é provida pelos técnicos do programa. Os detalhes sobre isso são acertados no momento da celebração do contrato entre o GENECOC e o grupo de criadores.

As informações coletadas permitem a realização de avaliações genéticas, que são disponibilizadas por meio de Diferenças Esperadas na Progênie (DEP's) para idade à primeira cria, intervalo de partos, período de gestação, dias para o parto (para quem faz estação de monta), perímetro escrotal, prolificidade, peso total das crias ao desmame, pesos e ganhos de peso relativos às diferentes idades. Obviamente que o número de características a ser avaliado depende do grau e intensidade de coleta de dados nas propriedades.

As DEP's geradas por estas avaliações são disponibilizadas na forma de sumários com os melhores reprodutores e matrizes do grupo associado e também disponibilizadas individualmente para cada rebanho, de forma online, no sistema de gerenciamento de rebanhos, para que cada produtor possa utilizá-las nas ferramentas disponíveis à seleção.

Além das avaliações genéticas, o GENECOC é responsável pelo armazenamento dos dados em servidor próprio do programa, garantindo o sigilo tanto sobre os dados quanto sobre as informações obtidas, em conformidade com os associados. O controle de acesso é limitado e exclusivo com login e senha de cada rebanho.



Compromisso com os Associados



 

 





FALE CONOSCO

MENSAGEM